Destaques

Florestas Urbanas Nativas

No passado dia 21 de março de 2016 teve início o programa "Rota das Árvores do Porto", conjunto de 5 visitas guiadas e gratuitas para descobrir as incríveis histórias das mais imponentes árvores da cidade. A iniciativa enquadra-se no projeto FUN Porto (Florestas Urbanas Nativas no Porto) que tem como objetivo expandir a área verde nativa na cidade e promover a ligação dos munícipes a estes recursos vitais para a sustentabilidade. É uma iniciativa do Pelouro da Inovação e Ambiente da Câmara Municipal do Porto e conta com a assessoria especializada do Grupo de Estudos Ambientais da Universidade Católica Portuguesa. 

 

Turismo Solidário

As Aldeias de Montanha, na Serra da Estrela, pretendem assumir-se como “destino de turismo solidário”, uma aposta inédita a nível nacional. Oferece-se o melhor de dois mundos: um turismo de qualidade, com paisagens deslumbrantes, natureza autêntica e pessoas genuínas; e a possibilidade de fazer a diferença, participando ativamente no desenvolvimento do interior. Esta é uma iniciativa da ADIRAM, contando com a consultoria do Grupo de Estudos Ambientais da Universidade Católica Portuguesa. 

 

Alterações climáticas

As Nações Unidas publicaram um relatório que apresenta os contributos do Ensino Superior no combate às alterações climáticas e na promoção do desenvolvimento sustentável, enquanto base de trabalho para a Cimeira do Clima de Paris. A Universidade Católica Portuguesa, através do projeto Futuro - 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto, é o único caso português destacado. Consulte o relatório aqui ou na página das Nações Unidas dedica ao tema.

 

O ciclo de vida da Agenda 21 Local

 
Este mês (junho de 2015) foi publicado no “Journal of Management and Sustainability” o artigo “The Lifecycle of a Voluntary Policy Innovation: The Case of Local Agenda 21” que retrata a implementação da Agenda 21 Local em Portugal.
O Grupo de Estudos Ambientais partilha desta forma o seu know-how no acompanhamento e implementação destas iniciativas de política local com caráter inovador e voluntário.
 
 
 

Ambição reconhecida pela AEA

A Agência Europeia do Ambiente publicou em 2014 um relatório sobre boas práticas de participação pública na gestão de recursos hídricos analisando oito experiências de diálogo exemplar com os stakeholders.
O caso da região Norte em Portugal, dinamizado pelo Grupo de Estudos Ambientais e promovido pela Administração da Região Hidrográfica do Norte, foi um dos selecionados, sendo considerado o “mais ambicioso”.

 

 

FUTURO, um "Projeto de Excelência"

O FUTURO - projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto - desenvolvido no âmbito do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (CRE.Porto) e coordenado pelo GEA foi recentemente reconhecido pela Universidade das Nações Unidas (UNU) como um “Projeto de Excelência”. Este reconhecimento decorreu em Okayama, no Japão, durante o 9º Encontro Global dos Centros Regionais de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável (CRE.EDS). O projeto foi avaliado na categoria de ‘Capacitação e Envolvimento da Comunidade através da Educação-Ação’, tendo sido reconhecido o seu valor na melhoria e expansão das florestas urbanas nativas. Em 2014 foram submetidos à UNU 31 projetos desenvolvidos por 27 CRE.EDS em todo o mundo.