Mestrado em Gestão de Indústrias Criativas

PrintPrint

 

O Mestrado em Gestão de Indústrias Criativas é uma iniciativa conjunta da Escola das Artes e da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica no Porto, com o apoio da ADDICT - Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas. O curso responde à verificação de que muitos licenciados nos campos da Arte e da Cultura optam por criar o seu próprio negócio e à noção de que o exercício e as actividades assentes na cultura e na criatividade podem ser potenciados:

  • por competências nos domínios da gestão e da estratégia, da avaliação e da monitorização de projectos, da elaboração de um plano de negócios;
  • por conhecimentos nos domínios da legislação, da aplicação de tecnologias e do marketing. 
O Mestrado visa, pois, fornecer ferramentas, competências e conhecimentos a todos os que pretendem desenvolver projectos de matriz cultural e criativa, bem como actividades deste teor vocacionadas para a criação de negócios. Simultaneamente pretende-se promover e consolidar a reflexão sobre o campo das indústrias criativas e desenvolver estudos que possam contribuir para o conhecimento dos seus sectores e sub-sectores e informar as respectivas práticas.
 
 
 
Objetivos do Ciclo de Estudos
  • Formar especialistas na aplicação de conhecimentos a nível da gestão financeira, legal e operacional do sector criativo;
  • Aumentar a eficiência, eficácia e impacto económico e sociocultural dos projectos culturais e criativos;
  • Fomentar a criação de massa crítica que reflicta o sector das indústrias criativas; 
  • Dar a conhecer as principais práticas culturais nacionais e as formas como estas influenciam o desenvolvimento das indústrias criativas.
     

Investigação

1.     Investigação em Indústrias Criativas. Um documento de trabalho
2.     Reflexões breves sobre Indústrias Criativas:

3.    Dissertações concluídas e em curso

 

Links de Interesse

Creative Europe
Creative Industries Mapping Document 2001 (DCMS – Uk)
Updating the DCMS Creative Industries Classification

ESTUDOS DISPONÍVEIS NO SITE DO GABINETE DE ESTRATÉGIA, PLANEAMENTO E AVALIAÇÕES CULTURAIS:

  • O Sector Cultural e Criativo em Portugal - “Estudo Mateus” 2010
  • The Entrepreneurial Dimension of the Cultural and Creative Industries, 2010
  • The Economy of Culture in Europe 2006

 

Área de Estudos: 
Artes
Gestão
Grau de Ensino: 
2º Ciclo
Regime: 
Pós-Laboral
ECTS: 
120
Campus: 
Campus Foz
Horários: 

Duração do ciclo de estudos: 2 anos letivos

Horários (1º ano): As aulas decorrem em horário pós-laboral.

Provas/Requisitos de Ingresso: 

Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudo conducente ao grau de Mestre em Gestão de Indústrias Criativas:


  • Titulares do grau de Licenciado ou equivalente nos domínios das Artes, Humanidades, Ciências Sociais, Ciências da Comunicação, Ciências Empresariais ou Ciências de Engenharia.
  • Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios de Bolonha por um Estado aderente.
  • Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de Licenciado pelo Conselho Científico da Escola das Artes.
  • Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Escola das Artes.
Coordenação: 

Prof. Doutor Luís Teixeira

Contactos: 

Universidade Católica | campus Foz
Serviços Académicos | Estudos Avançados e Formação
Rua Diogo Botelho, 1327 | 4169 - 005 Porto

Joana Xavier | t. + 351 22 619 62 43 | e. formacao.avancada@porto.ucp.pt

Observações: 

Parceiros

O Mestrado em Gestão de Indústrias Criativas é organizado pela Escola das Artes e pela Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, com o apoio da ADDICT, num contexto de uma plataforma de Incubação e Empreendedorismo internos. 

  • A actual conjuntura económica, social e cultural da União Europeia aponta o estímulo e dinamização das Indústrias Criativas e Culturais como uma das principais linhas de acção para o desenvolvimento. Neste contexto, o mercado requer exponencialmente maior quantidade e qualidade de conteúdos audiovisuais, exigindo profissionais com uma forte formação Técnica, Cultural, Ética, Artística e Criativa. Esta é a proposta de Ensino Universitário, oferecida pela Escola das Artes da Universidade Católica no Porto, desde 1997.
  • Faculdade de Economia e Gestão é já uma escola de referência no estudo de Economia e Gestão em Portugal. Conta para isso com uma equipa de docentes jovem, motivada e altamente qualificada. Inovação, internacionalização e excelência são desígnios fundamentais da Faculdade. A Faculdade tem a ambição central de formar profissionais altamente qualificados para carreiras de sucesso, no País ou no Estrangeiro. A esta sua ambição alia o desenvolvimento de investigação académica de qualidade internacionalmente reconhecida e o desenvolvimento de Consultoria e Projectos orientados para a Comunidade Externa.
  • ADDICT propõe a concretização de uma estratégia para o desenvolvimento da sua Missão e Visão, que define a ADDICT como agência para o desenvolvimento das Indústrias Criativas. Esta definição incorpora a interligação entre a coordenação, a informação e o conhecimento do sector das Indústrias Criativas e os elementos condutores dos Eixos Estratégicos do cluster. Visa ainda ter como ênfase os conceitos de networking e empreendedorismo criativo. Sendo um facilitador, a ADDICT agiliza formas de cooperação entre agentes criativos, estimulando o crescimento de uma base em que o negócio e a criatividade se relacionam. Em todo o seu campo de acção, a ADDICT reconhece que os seus associados são elementos indispensáveis para definir, representar e desenvolver o sector.
  • A iniciativa de Empreendedorismo na Católica Porto - Spinlogic consiste num conjunto de actividades e projectos desenvolvidos por uma Rede Institucional liderada pelo Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, com seis Unidades de Ensino que aportam as necessárias competências de organização e gestão empresarial. A rede inclui quatro incubadoras de base tecnológica nos sectores Agroalimentar, Ambiental, da Saúde e das Artes e Tecnologias, com capacidade para apoiar o desenvolvimento de projectos empresariais EBT, com os necessários serviços de suporte e tendo os seguintes eixos de intervenção:

BioSpin | bio-economia

ArtSpin | indústrias criativas

SocialSpin | economia social

GesSpin | áreas transversais