Pós-Graduação em Gestão de Organizações de Economia Social

PrintPrint

6ª Edição 
 

Organizações

Considera-se aqui como sendo organizações de economia social as que satisfazem cumulativamente as seguintes condições:

  • organizações com personalidade jurídica ou com alguma forma de registo e vinculação a uma entidade com personalidade jurídica que as regula e representa;
  • organizações privadas no sentido de serem iniciativas que emanam da sociedade civil;
  • organizações com auto-governo;
  • organizações de adesão voluntária e abertas a contribuições voluntárias dos seus membros e doutras entidades;
  • organizações que têm como missão principal incentivar e organizar a acção colectiva com vista ao desenvolvimento de laços sociais solidários entre as pessoas e com o meio ambiente em que vivem;
  • organizações que cumprem essa missão produzindo bens e serviços em condições onde o mercado geralmente falha (ex. bens públicos, bens e serviços privados abaixo do preço de custo para pessoas de baixos rendimentos, etc.) 
  • organizações que, para produzirem esses bens e serviços, constituem um património gerido em regime de propriedade comum (recursos com um colectivo definido de utentes e com regras de uso estabelecidas para esse colectivo).

Este conceito abrange um conjunto vasto de organizações, nomeadamente as seguintes:

  • Instituições Particulares de Solidariedade Social (Centros Sociais Paroquiais, Institutos de Organizações Religiosas, Misericórdias, Associações, Fundações) ou equiparadas (Casas do Povo, Cooperativas Sociais); 
  • Cooperativas; 
  • Mutualidades; 
  • Organizações de produtores agrícolas, florestais ou outros de natureza associativa; 
  • Associações de Desenvolvimento Local; 
  • Organizações Não-Governamentais de Ambiente; 
  • Organizações Não-Governamentais de Desenvolvimento; 
  • Associações de Bombeiros Voluntários; 
  • Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto; 
  • Associações de Pais; 
  • Empresas Sociais.

Objectivos

Esta Pós-Graduação está organizada de maneira a contribuir para o desenvolvimento das seguintes competências e qualificações:

  • análise das especificidades económicas das Organizações de Economia Social, do seu contexto sócio-económico e das implicações que daqui resultam para a sustentabilidade destas organizações; 
  • organização de processos de planeamento estratégico e de preparação, gestão e avaliação de projectos com base em metodologias participativas e potenciadoras de inovação social
  • gestão de pessoas numa perspectiva estratégica;
  • compreensão da informação contabilística e do enquadramento jurídico e fiscal relevante para a actividade das Organizações de Economia Social;
  • qualificação como auditores internos da qualidade.
Área de Estudos: 
Gestão
Grau de Ensino: 
Pós Graduação
Regime: 
Diurno
ECTS: 
54
Destinatários: 

Esta Pós-Graduação destina-se principalmente, mas de modo não exclusivo, aos seguintes tipos de pessoas: 

  • Dirigentes (membros dos órgãos sociais ou quadros técnicos) e outros quadros de organizações de economia social;
  • Prestadores de serviços de consultoria a organizações de economia social;
  • Empreendedores sociais;
  • Funcionários de organismos da Administração Central e Local com actividades relacionadas com as organizações de economia social.

Também são bem vindas pessoas com uma formação de base de nível superior que pretendem iniciar um actividade relacionada com estas organizações, incuindo uma actividade de voluntariado.

Propinas: 

Propinas e taxas de matrícula

Pós-Graduação Completa:

Taxa de matrícula: 250 €

Propinas: 2.000 € para a totalidade do curso, com possibilidade de pagamento mensal (200€/mês - 10 meses)

     Propina Módulos:

    € módulonº de horas€/módulo
    - Módulo 1 - Sustentabilidade das Organizações104950
    - Módulo 2 - Gestão Estratégica de Pessoas40370
    - Módulo 3 - Contabilidade, Fiscalidade e Enquadramento Jurídico60550
    - Módulo 4 - Formação de Auditores Internos da Qualidade66600

     

    Coordenação: 

    Prof. Doutor Américo M. S. Carvalho Mendes

    Contactos: 

    Engª Cristina Crava
    Gabinete de Estudos Avançados e Formação
    Universidade Católica Portuguesa

    Rua Diogo Botelho, 1327 | 4169-005 Porto

    @ | formacao.avancada@porto.ucp.pt
    t. | 22 619 62 02/ 43

     

    Observações: 

    PARCEIROS

     

    ARTICULAÇÕES COM OUTRAS HABILITAÇÕES

    O plano de estudos está organizado de maneira a permitir as seguintes articulações com outras habilitações:

    Articulação com o Mestrado em Economia Social da Católica Porto
    A frequência desta Pós-Graduação com aproveitamento permitirá aos alunos interessados em frequentar o Mestrado em Economia Social obter equivalência a metade dos créditos correspondentes à parte escolar deste mestrado, máximo permitido pelo regulamento dos mestrados.

    Certificação como Auditor Interno da Qualidade
    O acesso ao Certificado de Auditor Interno da Qualidade é garantido aos participantes que concluírem as Unidades Curriculares de Sistemas de Gestão da Qualidade, Modelos de Avaliação das Respostas Sociais e Metodologias de Auditoria e que, mediante apresentação de candidatura, demonstrem ter: 

    • 2 anos de experiência profissional, a tempo inteiro, nos últimos 6 anos; 
    • 1 ano de experiência em funções ligadas ao domínio da qualidade; 
    • Participação, nos últimos 2 anos, como auditor efectivo em pelo menos 2 auditorias no âmbito da ISSO 9001:2008, que correspondem no global a um mínimo de 3 dias de auditoria. Caso o participante não reúna as condições de experiência de auditoria, dispõe de mais 6 meses após a comunicação dos resultados da avaliação escrita e da candidatura.